Entre em contato conosco

(16) 99763-2484 - 3234-9698
comercial_12135

Desinsetização

Os tratamentos de desinsetização estendem-se por todos os ambientes, externos e internos, inclusive os cantos, cumeeiras de teto, atrás e embaixo de móveis e utensílios, ralos, caixas de inspeção e de gordura.

Em quadros e conduítes elétricos, utilizamos formulações inseticidas em pó seco, controlando pragas incidentes e evitando que os cabos sejam danificados ou que esses locais sirvam de trânsito fácil.

Aplicações de inseticidas em formulação gel são utilizadas em armários, gabinetes, prateleiras e frestas, objetivando o controle de ‘baratinhas’ e formigas. O gel é seco, sem cheiro e, por ser aplicado através de pequenas gotinhas em locais fora do acesso normal, não se faz necessário que utensílios e alimentos sejam removidos para a aplicação.

Os tratamentos podem ser realizados contra diversas pragas, como: baratas, traças, aranhas, formigas, escorpiões, pernilongos, moscas, mosquitos e outras. Podem também ser realizadas aplicações dirigidas ao combate específico de pulgas, carrapatos, piolhos de pássaros, lagartas, formigas de jardim e percevejos.

Cada grupo de pragas, ou uma em específico, requerem aplicações dirigidas, à partir de métodos, equipamentos e praguicidas apropriados.

A desinsetização pode ser executada por diferentes métodos, às vezes isolados, às vezes combinados. A escolha deste ou daquele método vai depender de uma série de fatores, dentre os quais ressalta os riscos envolvidos, a disponibilidade de tempo dado para o tratamento, o intervalo de tempo permitido entre um tratamento e a próxima limpeza rigorosa da área, o tipo de manejo e de utilização dado ao recinto, etc.

Técnicas de Aplicações

Podemos dividir as técnicas de aplicação em três grandes grupos: os tratamentos de superfície, os localizados e os espaciais.

Aplicação de Superfície – consiste na aplicação da calda inseticida de maneira uniforme sobre as superfícies, cobrindo-as completamente, de forma que os insetos que as percorrerem sejam contaminados pelos microscópicos cristais dos inseticidas aplicados, ou se for o caso, pelas diminutas microcápsulas;

Aplicação Localizada – usada em setores onde a infestação é crônica, consistindo em aplicações dos inseticidas diretamente nos esconderijos, como em frestas, reentrâncias, rachaduras, gretas e nichos existentes nas superfícies e junções. Os métodos utilizados são micropulverizações, pincelamentos e injeções inseticidas em gel;

Aplicação Espacial – usada para a saturação do ambiente com micro gotículas da calda inseticida, as quais serão levadas a todas as partes do recinto assim tratado, pelas próprias correntes de ar existentes, que ficam por longos períodos de tempo em suspensão no ar ambiente e são capazes de penetrar em todos os espaços da área, incluindo os esconderijos dos insetos.